plutão anão #24

EM ÓRBITA:

nantes | BEIRUT | The Flying Club Cup
obstacle 1 | INTERPOL | Turn On The Bright Lights
maps | YEAH YEAH YEAHS | Fever To Tell
no one knows | QUEENS OF THE STONE AGE | Songs For The Death
skinny love | BON IVER | For Emma Forever Ago
tribulations | LCD SOUNDSYSTEM | Lcd Soundsystem
ragged wood | FLEET FOXES | Fleet Foxes
weird fishes/arpeggi | RADIOHEAD | In Rainbows
battery in your leg | BLUR | Think Tank
svefn-g-englar | SIGUR RÓS | Ágætis Byrjun
neighborhood #2 (laika) | ARCADE FIRE | Funeral
to the east | ELECTRELANE | No Shouts, No Calls
idioteque | RADIOHEAD | Kid A
almost crimes | BROKEN SOCIAL SCENE | You Forgot It In People
last nite | THE STROKES | Is This It

12 comments

  1. Pingback: Malibucola » Plutão Anão Podcast | Programa #24
  2. Ric Jo

    Convém talvez referir que o programa foi gravado nas últimas semanas de dezembro, daí o contexto temporal de algumas conversas.

    Boa escuta.

  3. Pingback: Tweets that mention Plutao Anao Podcast » plutão anão #24 -- Topsy.com
  4. li

    muito bom, como sempre – tanto o programa como o cartaz.
    um pequeno aparte, no cartaz está escrito programa 23 em vez de 24 🙂
    e essa voz arrastada deve-se a…? 🙂

  5. ricjo

    Muito obrigado pelas simpáticas palavras, my friends. É sempre bom ler, mesmo que possam por vezes ter mais de amizade que discernimento 😉

    Quanto à inspiração (ie, garrafas abertas) e a voz arrastada, poderão porventura estarem associados. Ou não! Lol. Não irei tornar público essa informação. Eh eh eh. Terão de participar numa gravação para descobrirem 😉

    Li… lol. Thanks! Nem me lembrava desse pormenor. Erro corrigido. Olhar atento. Gostei 🙂

  6. tiago f h goncalves

    ric, amizade é sim senhor, mas com descernimento… 😛 hi hi

    olha, acho que disse uma vez, devias fazer o upload dos cartazes com no máximo 1000px de lado maior. em metia 800px. alt+ctrl+i no photoshop não custa nada e fica muito mais fácil a navegação pelo plutão anão.. especialmente se for na home onde apesar das imagens aparecerem pequenas, elas são envidas do servidor em resolução bruta. isso, para além de tornar a vida ao visitante mais cómoda e rápida, também te aumenta o tráfego no servidor desnecessariamente.. 😉

    acho que devias rectificar isso.. se concordares, está claro..

    um abraço!!
    tg

  7. li

    não acredita, se o programa fosse uma merda os teus amigos seriam os primeiros a dizerem-to!
    estou aqui acompanhada de uma garrafinha de mateus rosé, do plutão anão e do meu sempre companheiro marlboro light e… está a ser um óptimo serão!
    obrigada pela companhia 😉

    p.s. gostei da quebra na “seriedade” do programa e da doçura de 2 vozes femininas… (só agora fiz a ponte entre o cartaz curvilíneo e as convidadas deste programa especial….)

  8. Ric Jo

    Tiagão, mais uma vez tens razão. Já tínhamos falado nisso há uns tempos. Acho que já corrigi o problema e a página tá mais leve de carregar. Caso continues a achar que possa ser optimizado, let me know. Thanks.

    Li, de facto os amigos para isso servem! Não sei se mo diriam, caso não gostassem, mas às vezes o silêncio também é por vezes um berro muito alto e deve ser usado como motivo de reflexão, por vezes 😉

    É um prazer poder contribuir para uma prazer desses (apesar de fazer mal à saúde. eh eh).

    Quanto ao tipo de programa que aqui ouviram, este é sem qualquer tipo de dúvida, o formato que mais amo e que mais pica me dá. Gosto deste directo, deste improviso, dos erros, dos risos e dos sons de fundo que não deveriam lá estar. Gosto também da companhia das outras vozes, femininas ou não. Era assim que gravava nas cassetes há vinte e tal anos atrás e é assim que gostaria de continuar a gravar, mas esta colaboração só se deu agora e as minhas amigas e colegas de rádio, ‘C’ & ‘V’ – que aqui fazem a sua estreia absoluta em rádio (well done girls!!) irão aparecer muitas mais vezes. No Plutão Anão ou noutro projecto que temos em mente. Seja como for, acho que num dos próximos PA vou tentar eu próprio, a sós, gravar igualmente live-to-tape, apesar de a tentação de gravar tudo de forma a eliminar erros (e consequentemente eliminando alguma naturalidade também) seja sempre grande. Bah. Lol. Chega de devaneios. Não consegui parar de teclar. Eh eh. Ainda bem que gostaram 🙂

Post a comment

You may use the following HTML:
<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>